domingo abril 20th 2014
04

Holter

Eletrocardiografia dinâmica ou Holter

O Holter é um eletrocardiograma contínuo de longa duração, realizado durante as atividades habituais por aproximadamente 24 horas. Tem por finalidade avaliar arritmias cardíacas (taquicardias ou bradicardias), distúrbios da condução do estímulo ou pausas, isquemia transitória, resposta aos medicamentos e o comportamento do marcapasso artificial. Por isso é chamado de eletrocardiograma dinâmico.

Três eletrodos são colocados sob a pele na região anterior do tórax. Estes eletrodos captam a atividade elétrica do coração e a transmitem através de cabos até um gravador que será afixado na sua cintura. A gravação do traçado eletrocardiográfico durante todo o exame será transferida posteriormente para um programa de computador, para que o laudo do exame possa ser realizado.

A tricotomia (depilação) e o preparo da pele com álcool e lixa d’água são necessários para o exame. Podem ocorrer irritações e ardor no local dos eletrodos e fitas. As mulheres deverão utilizar um sutiã para evitar interferências.

Agendar o exame para um dia de atividades normais (trabalhar, dirigir, atividades domésticas). Comparecer 30 minutos antes do horário agendado para o preenchimento da ficha. Trazer o pedido médico. Comunicar com antecedência, caso não seja possível comparecer ao exame, pois outro paciente poderá se beneficiar.

No dia do exame, convém tomar banho o mais próximo possível do horário da colocação do aparelho, uma vez que, durante a monitorização, a higiene corporal completa ficará dificultada. Usar sabão neutro e uma toalha para esfregar a pele do tórax, removendo bem a oleosidade e células mortas. Não usar nenhum tipo de creme, perfume, pomada ou talco. Nunca tome banho enquanto estiver usando o gravador.

Comparecer ao laboratório com camisa de mangas curtas e largas, abotoadas na frente para facilitar a instalação do aparelho (não usar camisa ou blusa muito justa ou colada ao corpo, para evitar o risco dos eletrodos se soltarem durante a colocação ou retirada da blusa). Usar um cinto de sua preferência, pois esse acessório ajuda a fixar o gravador na cintura.

Caso faça uso de medicamentos é necessário entregar uma relação com os nomes, as doses e os horários de tomada dos medicamentos em uso.

É fundamental, em caso de pacientes portadores de marcapasso, trazer a carteirinha de identificação do marcapasso para cópia das informações. A falta destas informações prejudica e até impede a análise e interpretação do exame.

No exame em crianças (acima de 5 anos), a participação dos pais é imprescindível para a obtenção de uma qualidade adequada dos registros do eletrocardiograma, evitando que a criança manuseie o equipamento e acessórios, como apertar botões e tracionar fios, e que participe de atividades esportivas intensas ou mesmo coletivas durante a realização do exame.

Nunca desligar o aparelho, não desconectar nem retirar os fios e os eletrodos do tórax, pois prejudicará a análise dos batimentos cardíacos. Não remova o gravador da sua capa de carregar. Não deitar sobre colchões ou travesseiros magnéticos, pois os mesmos emitem ondas energéticas que interferem impedindo a gravação da atividade elétrica do coração. Está liberado a utilização de telefones celulares, microondas e todos os equipamentos eletrodomésticos.

O dispositivo poderá ser retirado da cintura durante a noite, sendo colocado sob o travesseiro ou em uma cômoda.

Será fornecido um impresso chamado “diário de atividades” que deverá ser preenchido corretamente. Devem ser anotados os medicamentos em uso (nome, dose e horário de tomada), atividades (domésticas, trabalho, reuniões, lazer), período do sono  (horário que dormiu e acordou) e a ocorrência de sintomas (palpitações, sensação de desmaio, desmaio, tonturas, dor no peito).

O Holter é um exame seguro e praticamente isento de complicações. Eventualmente poderá aparecer uma reação alérgica no local aonde o eletrodo foi colocado sob a pele. Ao retirar o Holter, utilizar um creme hidratante no local. Após o exame, convém evitar a luz do sol na pele do tórax pelo período de 3 a 5 dias. Em caso de necessidade absoluta de exposição solar, recomenda-se utilizar protetor solar com FPS superior a 30.

O aparelho deverá ser entregue em perfeitas condições de funcionamento no horário agendado. Evite atrasos, pois o próximo paciente estará esperando. A retirada é rápida, e o exame será laudado e entregue na data combinada.

O seguimento destas orientações permitirá ao médico obter um laudo mais preciso acerca do seu problema.

Qualquer dúvida ligar para o Hospital AMECOR no setor de HOLTER e MAPA.

Post to Twitter